quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Olá galera. Vim aqui hoje compartilhar com vocês uma coisa que observei ao longo deste ano com as experiências que tive no programa.

















A Televisão é um universo maior e que dentro dele existem vários outros.
Quando entrei no Quarto Mundo, fui guilhotinada com muitas informações teóricas e técnicas. Como todo mundo já sabe e é fato, muitas destas informações se perdem com o tempo e com a falta de prática.
A greve veio também para complicar um pouco o processo. Mas sinto que passamos por tudo isso aos trancos e barrancos mais passamos.
Depois disso tudo vieram as gravações.
A primeira foi uma N experiência na minha vida.

O primeiro tudo, o primeiro programa, a primeira âncora, a minha primeira vez apresentando algum programa, a segunda vez lendo um TP ... Demos sorte com a convidada e tudo fluiu muito naturalmente, como alguém disse no dia, parecia que estávamos em uma roda de conversa entre amigos falando sobre um determinado tema. Aquele era um universo, ainda não percebido, mas já aqui nomeado.

A segunda experiência foi no switcher, uma correria, falta de gente no programa tive que ir pra lá, na cara e na coragem, errando que se aprende, foi mais ou menos assim que aprendi. Quando se esta lá dentro, pelo menos a mim, perdi a noção de tudo. Entrei em um universo de botões e de atenção extrema em tudo o que estava rolando superficialmente, ou seja, prestava atenção na ordem das coisas e não no que se era discutido lá dentro. Um ooutro universo totalmente paralelo ao que já havia vivenciado.

O universo das câmeras eu já vivenciei também, mas somente em ensaios, em gravação de fato ainda não, mas logo vivenciarei. A experiência que tive, também foi completamente diferente das anteriores. Quando se esta com aquela ferramenta nas mãos, é necessário todo um cuidado e atenção voltada para captar os mínimos detalhes de tudo com atenção e muita perfeição. Toda a teoria anteriormente passada, se transformava em prática, que muitas vezes despercebida diante de tantas coisas a serem feitas no momento sem se pensar ou planejar muito, meio que por extinto.

Sem desmerecer o jornalismo é claro que foi a primeira experiencia de todas, mas que para mim não é muito nova, pois ja trabalho com a chuva de idéias, discuções de pauta, que tem uma singular importância dentro de todo o contexto. É a parte mãe de toda e quaquer atividade. De lá surgem os aspectos a serem tratados ao longo de um programa, ou qualquer outra atividade.
Que para mim é uma fonte de informações, por que afinal, todos temos uma opinião sobre determinado assunto e a partir deste valor, quando expostas as opiniões sempre se tira um aprendizado das mesmas.

Para concretizar esta idéia inicial, a dos universos explico.
Os universos são magníficos. Pois eles não existem na realidade, mas se observarmos o contexto de tudo, podemos observar a ação deles dentro de um universo maior a Televisão.
Imaginem como um Pais, que se chama Televisão, dentro deste país temos a Cidade Jornalismo que é como se fosse a Capital, depois tem as outras cidades a Cidade Switcher, a Cidade Apresentador, a Cidade Câmera.
Tudo isto esta em harmonia e uma inter-depende da outra para no final construir um
Pais que é a Televisão. Dentro deste universo existem várias vertentes que são totalmente singulares e de suma importância para o funcionamento de fato deste universão que é aTelevisão.

Dentro dele ainda existem muitos outros, que para mim ainda são desconhecidos, mas espero que por pouco tempo. Não que eu queira fazer disto a minha vida, mais o conhecer, saber como funciona e fazer parte de é uma experiência e uma oportunidade inigualável. O conhecimentoem sí é uma forma de crescimento pessoal e evolução de espírito.

Estes universos invadem todos os dias nossas vidas quando ligamos a televisão. Algém que nunca vivenciou como eu estou vivenciando
esta experiência faria idéia de tamanha grandiosidade e certa complexidade aos olhos de alguns, o funcionamento deste universo grandioso.

A intenção deste post é compartilhar com todo o mundo, um pouco do que é a experiência de estar lá, que para alguns é bem simples. Mas para mim é muito grandioso, não sei se é porque eu sou uma aprendiz de filosofa de mão cheia ou estes fatos que são reais ao meu ponto de vista são vistos assim também por outras pessoas.

Espero que tenham conseguido embarcar em minhas idéias mirabolantes e terem tirado proveito desta viajem ao universo Televisão.

4 comentários:

Agatha disse...

viajou ein, muito bom!

M. Nunes disse...

Nossa, adorei seu post Thays, ta super elaborado. Milagres acontecem HASUIHASUIH não tem nem nexo eu falar isso ...

thays vidal disse...

huum anida bem que sabes Nunes ! rs

thays vidal disse...

obrigada Agatha ! =D viajar é sempre bom !