sexta-feira, 5 de junho de 2009

Bastidores do primeiro dia do IV Congresso Jovem de Sorocaba



Todos aqueles que já participaram de um congresso ou algum grande evento, sabe que muitas coisas engraçadas acontecem, mas não são citadas nas matérias de cobertura do mesmo.Por isso nós decidimos fazer um texto dos bastidores do primeiro dia do IV Congresso Jovem de Sorocaba.

Começando pelo show de abertura do evento, onde os Voluntários da Pátria convidou toda galera para subir ao palco, dizendo que era por causa do frio, e que eles não queriam ninguém doente, criando assim um calor humano. Na verdade é que tinha pouquíssimas pessoas, mas a ideia de se aproximar da galera foi bem legal, enfim, vamos continuar.

O grupo cantou várias músicas, principalmente músicas de Raul Seixas, recitou poemas, convidou a galera a mostrar seus dotes artísticos também. Assim apareceram mais poemas e músicas. Inclusive surgiram uns garotos, um cara chamado “Macarrão”, que foi o quarto colocado de um campeonato de beat-box na Espanha, subiu no palco e mando muito bem mesmo, outra molecada foi mandando um rap de improviso, cada instante chegava mais gente que era amigo dos caras, e assim tomaram conta do palco e ficaram lá um bom tempo, sem parar o improviso, quase que os Voluntários foram esquecidos. Mas para isso não acontecer, a galera da produção pediu que eles encerrassem. Claro que esse pedido foi de forma discreta, para que o púbico não percebesse.

O show continuou, uma menina da plateia pediu o chapéu de um dos membros dos Voluntários (guarde essa informação que mais para frente nós retomamos este pensamento), o show continuou, e nosso amigo Luciano Frontelle começou a se empolgar com o grupo, atuando conforme a música, até que determinado momento, aproveitando a letra da música, o jovem entusiasmado disse em alto e bom som: “-Eu sou a Rainha da floresta!!!” (Iiiiii Luciano... que fita é essa aí? Rsrsrs... Ta ok, sem preconceitos.)

O show acabou, hora de ir embora, e como sempre acontece, ficamos discutindo se faríamos alguma coisa ainda aquela noite. Eis que chega o momento da Sofia soltar sua pérola: “Vamos nadar pelados!!!” (Ixi, rsrsrs... se não estivesse tão frio ou fosse uma piscina aquecida agente até topava, mas estava muito frio, e no rio do parque ainda...tamo fora, rsrsrs...).

Quando fechamos a hospedagem por telefone, não sabíamos que era preciso três ônibus para chegar ao evento, descobrimos quando íamos de carro de São Paulo para Sorocaba, o motorista nos informou esta noticia. Quando chegamos ao Parque dos Espanhóis, onde o evento seria realizado, conversamos com a Fabiana, que estava na organização do evento, e ela disse que uma van sairia do hotel que nos hospedamos com os Voluntários da Pária, e que deveríamos conversar para pegar uma carona.

Já era quase 17hs, saímos do hotel e vimos a tal van, perguntei para o Biazão se ele falaria com o motorista, ele falo para eu fazer essa, fui até o motorista que agente no evento e talz, que a Fabiana falo para nós vermos se tinha um espaço para ir junto com o grupo, ele disse que não poderia fazer isso porque tinha uma lista de nomes feita no dia 18/05 e ele não podia acrescentar ais ninguém, mas aí ele não resistiu a minha face meiga e falo que levaria, porque era rapidinho.

Com o grupo fomos ao evento e voltamos também, mas a volta ficou marcada. Lembra aquela menina que pegou o chapéu? Então, já estávamos na van quando o dono gritou: “Cadê meu chapéu? A não, é o chapéu do meu pai, vou atrás.” E saiu desesperado atrás do mesmo, o cara volta com dois garotos, mas a menina já havia ido embora, e os dois nos guiariam até a casa da “garota do chapéu”. Todos estavam desacreditando daquela situação, ele foi até a casa da menina chamou lá, falou com mãe da menina e a irmã mais nova veio trazer o chapéu, feliz e contente com a recuperação do chapéu de seu pai ele entrou na van, até que uma das moças que estavam com o grupo (sabe como é, cara famoso, as fãs...) disse: “Tudo isso por causa de um chapéu?”, a resposta veio de imediato com outra pergunta: “Você tem pai?”. Nossa, nem preciso dizer que a menina nem sabia onde enfiar a cara, toda sem graça.

Chegando ao hotel, todos desceram inclusive as fãs (que não estavam hospedadas no hotel), ficamos um pouco no saguão lendo os jornais locais, o grupo dos Voluntários ficaram um pouco lá em baixo, mas depois subiram para seus quartos com as fãs, aí já viu né? O resto não podemos falar aqui se não dá processo, rs!
Esse foi apenas o primeiro dia do evento. Muitas coisas ainda nos esperam, e o que rolar de engraçado e inusitado vamos contar aqui para vocês!

6 comentários:

Ana disse...

UAU! Que babado! Nem esperava essa da Sofia - risos! Adorei! Bastidores são o máximo! Beijos!

Sofia disse...

Rafa e Eric...eu mato vcs!!rsrs..

Rafael Biazão disse...

Nem sei de nada... só relatamos os fatos. A culpa é somente daqueles que deram brechas... rsrsrs...

Camila disse...

aaaa Ana, isso eh apenas o primeiro dia!! voce nao viu nada, meninos precisamos postar dos outros dois... tem coisas inusitadas demais, rs.

#Eric Silva# disse...

Já tá postado do segundo dia, agora só falta o terceiro!

Rafael Biazão disse...

A trilogia está aí... Beijos.